Exportação – Como a contabilidade eficiente pode ajudar a sua empresa

0
274
Foto: Pixabay

Por: Guilherme Pagotto de Souza, diretor do Sescon Campinas e sócio da O|S|P Contabilidade – www.ospcontabilidade.com.br

Uma tendência, em especial para as empresas brasileiras, é expandirem fronteiras e buscarem novos mercados. E este não é um movimento apenas de grandes corporações: com os meios digitais, as distâncias estão cada vez menores, até as pequenas empresas buscam atender clientes dos mais diferenciados países.

A exportação tem se tornado cada vez mais uma saída para quem deseja crescer e explorar oportunidades de mercados externos através das facilidades digitais. É o caso dos e-commerce – veja mais nesta matéria como a contabilidade tem impulsionado novas oportunidades para lojas virtuais; e das startups, que já possuem no cerne de suas atividades a necessidade de se tornarem globais – veja mais nesta matéria.

No entanto, mesmo com uma procura por escritórios de contabilidade que sejam especializados em dar apoio e consultoria em exportação e importação e que tenham soluções focadas no comércio exterior, há um déficit de especialistas nesta área. Se o seu negócio é exportar, ter à disposição especialistas que consigam apontar contingências, demandas e oportunidades para este negócio é um diferencial.

Contabilidade eficiente para a exportação
A contabilidade eficiente é aquela que entrega soluções e um atendimento especializado na demanda da empresa, e que vê cada cliente como um projeto a ser expandido, apontando caminhos com as melhores condições de crescimento e se pautando pelas necessidades burocráticas e operacionais que este tipo de empresa possui.

O contador especialista em exportação poderá planejar e preparar a sua empresa para as operações internacionais, analisando a condição atual e as ações necessárias para atender os requisitos destas operações. Irá ainda habilitar o seu negócio aos órgão competentes – como é o caso do Sistema Integrado de Comercio Exterior (Siscomex) junto à Receita Federal do Brasil, que permite as operações de pessoas físicas ou jurídicas que desejem exportar ou importar.

O profissional de contabilidade pode analisar a carga tributária sobre o produto desenvolvido por sua empresa, a fim de obter o custo final do produto. Este profissional irá colocar em perspectiva os impostos relacionados (Imposto de Importação, COFINS, PIS, CONTRIBUIÇÃO SOCIAL, IPI, ICMS, ICMS ST, Impostos Recuperáveis, e outras situações) e taxas relativas às operações internacionais (nacionalização do produto).

Ele irá ainda realizar procedimentos em relação ao código constante na Nomenclatura Comum do Mercosul (NCM) – utilizado para determinar a natureza e a classificação fiscal de um produto ou mercadoria – para a estabelecer a carga tributária, e evitar problemas com o fisco (penalidades).

Conhecendo as regras
Antes de entrar em um jogo, é preciso conhecer bem as regras para ter sucesso. O mesmo pode-se dizer de um segmento do mercado, como é o caso da exportação. Conte com um escritório de contabilidade especializado, que poderá indicar demandas e oportunidades nas suas atividades de exportação.

Gostou das dicas sobre contabilidade para empresas de exportação? Deixe um comentário a seguir e compartilhe estas informações em suas redes sociais.