27 C
Campinas
terça-feira, 14 agosto, 2018

Maio, 2018

2018Sex11Mai09:0018:00Curso Prático Faturamento e Emissão de Notas Fiscais EletrônicasVersão 4.009:00 - 18:00 Sescon Campinas (Salas de aula), Rua Walter Schimidt, 175 Organizador: Sescon Campinas Tipo 1 do Evento:Cursos Tags do eventoCurso de Contabilidade,Cursos2018,Nota Fiscal Eletrônica,Sescon,Sescon Campinas

Detalhes do evento

Carga Horária: 8 horas

 

Conteúdo Programático:

1 – Noções básicas de direito tributário
– direito tributário
– tributo
– divisão de espécies de tributos
– taxas
– contribuições de melhoria
– empréstimos compulsórios
– contribuições
– classificação dos tributos
– diretos
– indiretos
– classificação da obrigação tributária
– obrigação principal
– obrigação acessória
– elementos da obrigação principal

2 – Aspectos básicos do ICMS
– princípios que regem o imposto
– não cumulatividade
– contribuinte e não contribuinte
– fato gerador
– base de cálculo
– alíquotas do ICMS
– limitações tributárias (incidência, não incidência, isenção, suspensão, imunidade,
diferimento, reduções de base de cálculo)
– apuração e recolhimento

3 – Aspectos básicos do IPI
– conceito
– princípios que regem o imposto
– estabelecimento industrial e equiparado
– fato gerador
– base de cálculo
– alíquotas
– conceito de industrialização
– transformação
– beneficiamento
– montagem
– acondicionamento ou reacondicionamento
– renovação ou recondicionamento

4 – Processo produtivo
– matéria prima
– produtos intermediários
– insumos
– embalagens
– materiais de uso e consumo

5 – Código Fiscal de Operações e Prestações (CFOP)

6 – Nota Fiscal Eletrônica NF-e
– histórico / legislação aplicada
– conceito
– obrigatoriedade de emissão
– dispensa
– obrigatoriedade definida por CNAE
– credenciamento para emissão de NF-e
– validade do arquivo digital
– estrutura de comunicação com o contribuinte
– transmissão do arquivo digital
– recibo de recepção
– resultado da análise
– concessão, rejeição, denegação
– eventos da NF-e
– documento auxiliar da NF-e – DANFE
– guarda e verificação da NF-e
– impossibilidade de envio ou recebimento da autorização de uso da NF-e – contingência
– cancelamento da NF-e (procedimentos dentro e fora do prazo)
– inutilização de número da NF-e
– consulta à NF-e
– confirmação de recebimento pelo destinatário da NF-e
– compartilhamento de informações
– recebimento do documento pelo destinatário
– outras obrigações acessórias

7 – Amparos legais na emissão de notas fiscais
– operações fiscais
– amostra grátis
– armazém geral
– brindes
– cesta básica
– comodato
– consignação mercantil
– conserto
– demonstração
– devolução de mercadorias
– doação
– exportação
– exposição em feira
– imobilizado
– industrialização
– remessa e retorno
– mudança de endereço
– substituição tributária
– sucata
– venda a ordem
– remessas de vasilhames
– transferências

8 – Obrigações acessórias – modelos de notas fiscais
– escrituração e obrigação do emitente e do destinatário da NF-e
– a escrituração da NF-e e arquivos SPED
– Carta de Correção Eletrônica (CC-e)
– providências pelo remetente
– informações do FCI na NF-e

09 – Novidades das RECENTES NOTAS TÉCNICAS (com as regras da nova versão 4.0)

– Definição dos valores possíveis para o Código de Enquadramento Legal no IPI,
– Verificar se o NCM informado no item da Nota Fiscal existe na tabela de NCM
– Viabilizar a operação de venda de combustível ou lubrificante a consumidor ou usuário final estabelecido em outra UF
– Limitar o conjunto de caracteres que podem ser usados na identificação do destinatário estrangeiro
– NFe de devolução de mercadora, aceitar apenas o CFOP 1.949 ou 2.949, no caso de devolução de venda de consumidor final não contribuinte
– Verificar os valores possíveis para o Código de Enquadramento Legal do IPI e CST conforme Anexo XIV
– Verificar o Código de Regime Tributário do emitente informado na Nota Fiscal,
– Incluída a opção “2=Nota Fiscal modelo 02” no campo “Modelo de Documento Fiscal”, que possibilitará referenciar este modelo de documento no grupo “Documentos Fiscais Referenciados”
– Criado novo grupo “Rastreabilidade de produto” para permitir a rastreabilidade de qualquer produto sujeito a regulações sanitárias
– Incluído o campo “Código de Produto ANVISA” para informar o número do registro do produto da Câmara de Regulação do Mercado de Medicamento (CMED) no grupo específico de “Medicamentos”
– Incluídos os campos para os percentuais de mistura do GLP e a descrição do código ANP,
-Incluídos os campos para identificar o valor devido em decorrência do percentual de ICMS relativo ao Fundo de Combate à Pobreza (FCP) para operações internas ou interestaduais com substituição tributária
– Acrescentada a opção de informar o grupo de “Repasse do ICMS ST” nas operações com combustíveis quando informado CST 60 (ICMS cobrado anteriormente por substituição tributária)
– Incluído o campo no grupo “Total da NF-e” para informar o valor total do IPI no caso de devolução de mercadoria por estabelecimento não contribuinte desse imposto
– Alterado o grupo “Informações do Transporte da NF-e” com a criação de novas modalidades de frete
– Alterado o nome do grupo “Formas de Pagamento” para “Informações de Pagamento” com a inclusão do campo valor do troco. O preenchimento deste grupo passa a ser possível também para NF-e, modelo 55;

10 – ICMS – Procedimentos para 2017 em vista o Convênio 93/2015

– Atender as definições da Emenda Constitucional 87/15, quanto as informações do ICMS devido para a UF do destinatário, nas operações interestaduais de venda para consumidor final,
– Atender à necessidade de identificar o Código Especificador da Substituição Tributária – CEST
– a nova sistemática de distribuição das receitas do ICMS;
– regulamentação e legislação necessária;
– modificações possíveis decorrentes de projeto e resolução do Senado Federal
– responsabilidade do remetente;
– partilha do imposto entre estado remetente e destinatário
– cálculo do imposto
– procedimentos a serem adotados pelos contribuintes em vendas interestaduais;

Instrutor: 

Dálcio Bezerra Alves 

Pós Graduando em Direito Tributário pela Universidade de São Paulo/USP
Bacharel em Direito pela Faculdade Anhanguera de Jundiaí,

Experiência de 26 anos na área fiscal em escritórios de Contabilidade,

Proprietário da DBA Consulting Serviços, empresa prestadora de serviços de treinamento e capacitação profissional,

Atuante como Professor e Palestrante de cursos fiscais nas empresas:

CENOFISCO (Em todas unidades localizadas em diversos Estados);

CRC/SC PEC Programa de Educação Continuada em 21 cidades;

ECONET; CONTMATIC;  SESCON/SP (Campinas); CONT ASSOCIAÇÃO CONTÁBIL/JUNDIAÍ/SP; CAPACITAÇÃO CURSOS/BA; ÁGIL TREINAMENTOS/MT; SEGMENTA CURSOS/SP;

ONE CURSOS/DF; STAR TREINAMENTOS/PA e AGF CONSULTORES/PE, PB e RJ.

FACULDADES UNISOCIESC/SC – Professor universitário de cursos de capacitação nas unidades: Joinville, Blumenau, São Bento do Sul, São José, Florianópolis, Balneário Camboriú, Itajaí e Rio do Sul.

 

Investimento:

Associados: R$ 200,00 ou 2 x 125,00 ( 1ª no ato da inscrição – 2ª para 30 dias )

Parceiro/Estudante: R$ 250,00 ou 2 x 150,00 ( 1ª no ato da inscrição – 2ª para 30 dias )

Público Geral: R$ 400,00 ou 2 x 250,00 ( 1ª no ato da inscrição – 2ª para 30 dias )

 


 

Inscrição


 

Tempo

(Sexta-Feira) 09:00 - 18:00

Localização

Sescon Campinas (Salas de aula)

Rua Walter Schimidt, 175

Organizador

Sescon Campinas

Deixe uma resposta

Por favor digite seu comentário
Digite seu nome

X