Diante das declarações da OMS e das autoridades de saúde, e considerando a probabilidade de um aumento exponencial do número de casos de contágio do coronavírus no Brasil, o SESCON CAMPINAS em conjunto com o SESCON-SP, a FEAAC e os SEAACs, Sindicatos da sua categoria preponderante, orientam as empresas a adotarem as seguintes medidas, que terão escopo temporário até o dia 31 de março de 2020.

  1. Reuniões e eventos com clientes: priorize a forma digital, seja por vídeo conferência, chamadas telefônicas e webinars. Na impossibilidade, se possível, reagendar para uma data posterior.
  2. Sócios e empregados evitem viagens, sejam a trabalho ou particulares.
  3. Qualquer pessoa que chegar de países ou locais com circulação do COVID-19, ou que tenha tido contato com pessoas infectadas no Brasil, deverá se afastar por  14 (quatorze) dias (quarentena). Deverão ser aceitos como prova passagens aéreas, atestados ou outros documentos que comprovem o risco de contágio.
  4. Ao término do afastamento de 14 dias (quarentena), o empregado deverá retornar às atividades normais ou apresentar, obrigatoriamente, atestado que relate o início ou persistência dos sintomas.
  5. A quarentena mencionada nos itens anteriores será remunerada pelo empregador, contando como período efetivo de trabalho.
  6. As pessoas que compõem o grupo com risco aumentado de mortalidade pelo COVID-19 ou que no seu trajeto está mais exposta a uma possível contaminação, poderão optar pela execução de suas atividades em trabalho remoto sempre que for possível e tendo em vistas os mútuos interesses do empregado e do empregador, sendo mantidos os direitos de acordo com a convenção coletiva de trabalho.
  7. Os critérios de execução do trabalho em condições adaptadas à prevenção do coronavírus, deverão ser previamente acordadas entre empregador e empregado e valerão enquanto necessárias para fazer frente ao problema emergencial.
  8. Lembramos que é de extrema importância intensificar os cuidados com a higiene pessoal e com a limpeza do local de trabalho, se possível manter álcool em gel em todos os ambientes onde haja circulação de pessoas.
  9. Ambientes ventilados são menos propensos a propagação da contaminação, assim, orientamos que mantenham as portas e janelas abertas, quando possível.

Os Sindicatos estão atentos ao cenário de saúde e novas medidas poderão ser sugeridas a qualquer momento, bem como estão à disposição para outros esclarecimentos e apoio do que se faça necessário às empresas e trabalhadores.