Coral Sescon Campinas tem novo regente

0
286

Luiz Hipólito Ribas é o novo maestro do Coral Sescon Campinas. Formado em Regência, em 1998, pela Unicamp, Hipólito Ribas, como é conhecido, já acompanhava o trabalho do Coral Sescon Campinas há alguns anos e se diz fã do grupo. “Sempre gostei muito e achei este Coral interessante tanto pela qualidade técnica quanto pela afinação apurada,” explica.
Para Hipólito Ribas assumir o Coral Sescon Campinas é mais um desafio. “O momento de transição de troca de regentes é delicado, porque sempre existe uma identidade muito grande dos cantores com o seu regente e no coro isso é muito evidente,” diz o novo regente, que acrescenta, que apesar do pouco tempo no grupo, já foi muito bem recebido. “Fizemos um ensaio e eu gostei muito, fui muito bem acolhido, achei que eles estão com vontade de cantar e dar continuidade ao trabalho e isso é muito importante”.
O próximo passo do maestro é fazer essa transição, que envolve desde a maneira como o regente costuma se comunicar com o coral, incluindo todo o gestual quanto conhecer mais as peculiaridades dos coralistas. “Costumo sentir primeiro o que o grupo gosta de cantar, além disso, como regente temos a obrigação de expor aos coralistas todo tipo de música, pelo menos algumas peças de vários estilos e depois vemos o que funciona melhor e o que corresponde melhor as características do grupo.
Contudo, a princípio, o repertório será bem eclético, podemos cantar de tudo – música renascentista, música internacional, música brasileira, ‘spiritual’ – mas acredito que a base seja a música brasileira, tanto por sua riqueza quanto pelos desafios que ela oferece”.
Hipólito Ribas ressalta ainda, que esse trabalho leva a uma avaliação constante, o que é fundamental para a continuidade do grupo. “Nós propomos e vamos avaliando, pois acredito que o repertório seja importantíssimo para a manutenção dos cantores no coral.   Se eles gostam e se identificam com o repertório que propomos, temos grandes chances deles continuarem por mais tempo no grupo, trazerem convidados e criarem uma identidade para o coral, esta é a nossa meta.”

Experiência é o que não falta
A primeira vez em que o maestro participou de um coral, foi quando ainda era estudante. Nascido no Paraná, na cidade de Ponta Grossa, ele teve a oportunidade de cantar no coral da universidade, na época em que cursava Administração de Empresas. Mal sabia, que a
música ocuparia uma posição importante no seu futuro profissional.
A paixão pela arte falou mais alto e Hipólito Ribas decidiu cursar música na Unicamp. “Na época trabalhava como bancário para me manter, enquanto estudava música e tudo deu tão certo, que eu consegui uma transferência na agência para trabalhar à noite, que era justamente o que eu precisava”.
Outras oportunidades surgiram e o maestro passou a viver somente da música, construindo uma carreira sólida e especializando-se na regência de corais. O novo regente já trabalhou com dois corais na Sanasa de Campinas – um adulto e um infantil e atualmente trabalha regendo diversos corais na Região. Entre eles, o Coral da Unimed Campinas, da Tetra Pak de Monte Mor, da empresa farmacêutica Takeda de Jaguariúna, com o Coral da Igreja Santo Antônio, localizada em Campinas e com o Coral do Sindicato do Professores também de Campinas.