Categoria: Sem categoria

Reserve seu lugar neste evento especial!


Confira os Cursos a Distância com pontuação do CFC e atualize-se!

  Informações e inscrições no Sescon Campinas:

(19) 3239-1845 ou atendimento@sesconcampinas.org.br


Imposto de Renda 2017

Confira as novidades na declaração deste ano

Fonte: Receita Federal

A declaração do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física 2017 apresenta algumas novidades, dentre as quais destacam-se:

  • Atualização automática: Com a nova funcionalidade de atualização automática do PGD IRPF, é possível atualizar a versão do aplicativo sem a necessidade de realizar o download no sítio da Receita Federal do Brasil na internet. A atualização poderá ser feita, automaticamente, ao se abrir o PGD IRPF, ou pelo próprio declarante, por meio do menu Ferramentas – Verificar Atualizações;

  • Entrega sem necessidade de instalação do Receitanet: O programa Receitanet foi incorporado ao PGD IRPF 2017, não sendo mais necessária a sua instalação em separado;

  • Recuperação de nomes: Ao digitar ou importar um nome para um CPF/CNPJ, o sistema armazenará o nome para facilitar o preenchimento futuro. Os nomes armazenados são nomes informados pelo declarante, manualmente ou por meio das funcionalidades de importação, não são fornecidos pelas bases da Receita Federal do Brasil. Após armazenados, os campos referentes aos nomes serão preenchidos automaticamente conforme CPF/CNPJ digitados. A funcionalidade poderá ser desativada no Menu – Ferramentas – Recuperação de Nomes;

  • Rendimentos isentos e não tributáveis: Com o objetivo de facilitar o preenchimento, a ficha foi remodelada e possui agora as abas “Rendimentos” e “Totais”. As informações são inseridas em “Rendimentos”, selecionando o Tipo de Rendimento.

  • Rendimentos sujeitos à tributação exclusiva/definitiva: Com o objetivo de facilitar o preenchimento, a ficha foi remodelada e possui as abas “Rendimentos” e “Totais”. As informações são inseridas em “Rendimentos”, selecionando o Tipo de Rendimento.

  • Solicitação de celular e e-mail: Esta solicitação tem por objetivo ampliar as informações do cadastro de pessoas físicas. A RFB estuda mecanismos seguros para comunicação com o contribuinte, porém essa comunicação somente será realizada após divulgação e autorização prévia do contribuinte.

    Informação

    Alterações implementadas em 2017

    Obrigatoriedade na declaração

    Obrigatoriedade de informar o CPF de dependentes e alimentandos com 12 anos ou mais, completados até a data de 31/12/2016.

    Deduções

    O limite anual de dedução por dependente passou a ser de R$ 2.275,08.
    O limite anual de dedução de despesas com educação passou para R$ 3.561,50.
    Na forma de tributação utilizando o desconto de 20% do valor dos rendimentos tributáveis na declaração (desconto simplificado), a dedução está limitada a R$ 16.754,34.

 


Declare Certo do Sescon Campinas no Correio Popular

Está chegando a hora do Imposto de Renda, confira a matéria do Jornal Correio Popular, que contou com a participação do presidente do Sescon Campinas, Edison Ferreira Rodrigues, em um caderno especial sobre Imposto de Renda.


Campanha de Natal é notícia na Região

Confira a notícia publicada pela Agência Social de Notícias em http://agenciasn.com.br/arquivos/9453 .

 

campanha-de-natal-agencia-social-de-noticias

 


Campanha de Natal Sescon Campinas é notícia na Região

Campanha de Natal Sescon Campinas é notícia na Região, confira:

JE Jornal Eletrônico – http://zip.net/bktxqc

Portal Todo Dia – http://zip.net/bptxYp

Nogueirense – http://zip.net/bltwLV

Portal da CBN (site e rádio) – http://zip.net/bgtxhh

FB Contábil (site institucional) – http://zip.net/bftw85

Site Fievent (notícia) – http://zip.net/bytxLB

Event Hint – http://zip.net/bptxYD

Site Where Event – http://zip.net/bqtyht

Site Bora Sair – http://www.borasair.com.br/?s=sescon

O Liberal – http://zip.net/brtxmj

Aescon Sumaré http://www.aesconsumare.org.br/single-post/2016/11/16/Campanha-de-Natal-2016

Fenacon e Jornal WebDigital http://zip.net/bttymv

 

 

 


Jantar do Sescon Campinas é notícia na região

O Jantar de aniversário do Sescon Campinas foi notícia no jornal Correio Popular do Grupo RAC, hoje (14/09). A nota foi publicada na coluna Società do renomado colunista, Almir Reis. Confira o que diz a nota:

Jantar do Sescon
“Para comemorar o décimo terceiro aniversário do Sescon Campinas, um jantar movimentará o Via Appia no próximo dia 16, como pede o figurino. O evento reunirá convidados especiais em torno da comemoração festiva, cuja a organização está sendo preparada com esmero. O Buffet Claudia Porteiro servirá o jantar supimpa enquanto a Company & Orquestra comandará o cardápio musical”.
(Almir Reis)

653249

Confira mais veículos que noticiaram o evento:


Ato Declaratório Interpretativo traz novos esclarecimentos sobre a Lei nº13.254/2016

Foi publicado hoje, no Diário Oficial da União, o Ato Declaratório Interpretativo (ADI) nº 9 que aprova a versão 1.2 do Perguntas e Respostas da Declaração de Regularização Cambial e Tributária (Dercat), incluindo esclarecimentos acerca da aplicação da Lei de Repatriação (Lei nº 13254).

A nova versão traz esclarecimentos acerca da apresentação da declaração no caso de falecimento do titular de bens a serem regularizados (Pergunta nº 8), detalhando o procedimento a ser observado pelo inventariante para apresentação da Dercat em nome do “de cujus”. Além disso, complementa informações sobre a necessidade do envio de informações via SWIFT relativas a ativos financeiros mantidos no exterior (Pergunta nº 41), deixando claro que o envio das informações não é necessário no caso de ativos financeiros detidos por pessoas jurídicas no exterior, ainda que offshore companies. Entretanto, essa informação é necessária quando o ativo financeiro está em nome de trusts, fundações, sociedades despersonalizadas e fideicomissos.

O prazo de adesão ao regime teve início no dia 4 de abril e a data limite é 31 de outubro de 2016.

Fonte: Receita Federal


Porco no Rolete é notícia na região

Segundo Porco no Rolete do Sescon Campinas é notícia na Região.

O evento foi notícia nos veículos: Mais Expressão, Jornal Todo Dia, Agito São Paulo, Blog Nizzino, Blog da Lalá Ruiz – Notícias Crônicas, Blog Hey Event e Blog Filapa .

Clique abaixo e confira as informações nas respectivas páginas:

http://goo.gl/p26fFE

agitosp

tododia

lalaruiz

heyevent


Impacto provocado pela CPMF afeta desenvolvimento das MPEs, afirma Sescon Campinas

Segmento que concentra 94,2% dos empreendimentos ativos no Brasil será penalizado caso o tributo seja instituído novamente

A proposta de retomar a cobrança da Contribuição Provisória sobre Movimentações Financeiras (CPMF), que vigorou até 2007, é vista com ressalva por diversos setores empresariais. De acordo com o Sescon Campinas, as principais afetadas com a mudança serão as micro e pequenas empresas (MPEs), que somam 14,8 milhões de empreendimentos brasileiros e representam 94,2% do total de empresas ativas no país – os dados são da ferramenta Empresômetro MPE.

“Por ser cumulativa, a alíquota deve penalizar principalmente os pequenos negócios, já que destinam uma parcela mais significativa de sua arrecadação para o pagamento do imposto”, afirma o presidente do Sescon Campinas, Edison Ferreira Rodrigues. Segundo ele, a CPMF também pode frear a utilização do sistema financeiro e incentivar a ilegalidade, já que a circulação maior de dinheiro vivo no mercado favorece pagamentos sem emissão de nota fiscal. “Com isso, automaticamente deixariam de ser recolhidos outros impostos”, analisa.

Para o presidente da Federação Nacional das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas (Fenacon), Mario Berti, a medida é inviável em um ambiente empresarial que sustenta uma das cargas tributárias mais pesadas mundialmente. “Caso seja instituída a ‘nova’ CPMF, no valor de 0,20%, para colocar em ordem as contas públicas, a contribuição vai aumentar em aproximadamente 1% a carga tributária anual do Brasil, superando a marca de 35% do volume do PIB brasileiro”, afirma.

Na prática

 Uma estimativa realizada pelo especialista em direito tributário Leonardo Sperb de Paola mostra que uma empresa de serviços enquadrada no Simples Nacional com lucro líquido anual de R$ 21 mil, por exemplo, deverá comprometer 2,69% desse total (R$ 566,20) somente com a CPMF caso a alíquota seja de 0,38%. “É necessário observar que esse seria mais um entre tantos tributos já existentes no cotidiano corporativo para onerar e até mesmo inviabilizar os empreendimentos”, argumenta Berti.

No cálculo, é considerada uma receita bruta anual de R$ 150 mil, gastos com fornecedores de R$ 20 mil e custos com mão de obra de R$ 100 mil, além de outros impostos e taxas que somam R$ 9 mil. “Nesse caso, a taxa seria repassada sobre bens e serviços providos por fornecedores e, ao pagar esses mesmos fornecedores mediante transferência bancária, a empresa seria diretamente debitada de CPMF. Além disso, ao pagar seus colaboradores mediante transferência bancária haveria novo débito de CPMF, bem como ao quitar impostos referentes ao Simples”, explica o especialista.