Notícias

Conescap agita Manaus

O maior evento da área contábil, a Convenção Nacional das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas, organizada pela FENACON, agitou a capital Manaus. Ocorrido nos dias 15, 16 e 17 de novembro, no Centro de Convenções Vasco Vasques, o evento trouxe para o centro da Amazônia mais de 2.500 participantes e expositores de todo o Brasil. Entre eles empresas com expertise na área Contábil.

O Sescon Campinas marcou presença no stand dos Sescons da Região Sudeste. Representaram o Sindicato no evento o presidente Edison Ferreira Rodrigues, o vice-presidente Rodrigo de Abreu Gonzales e os diretores Breno A. Pacheco Corrêa, Marcelo Berloffa, Gustavo Arrivabene e Antônio L. Franco. O Sescon Campinas também enviou especialmente para o evento a agente de relacionamento Célia Andrade e a jornalista Cláudia Carnevalli.

O segundo dia da Conescap (16/11) contou com a presença do prefeito de Manaus Arthur Virgílio Neto,  além de palestrantes ilustres. Entre eles estavam Laércio Oliveira, o procurador Carlos Fernando dos Santos Lima e convidados, que falaram sobre geração de empregos, arrecadação de tributos e o papel social com a mediação da jornalista Christiane Pelajo. O tema “Liberdade e Ética nas Relações Público Privadas” foi abordado pelo filósofo Luís Felipe Pondé. Já os Segredos para uma “Vida Longa e Saudável” foi o tema da palestra de Márcio Atalla, Bela Gil e Victor Sorrentino. E para encerrar a noite Marc Randolph, co-fundador e primeiro CEO da Netflix falou sobre como uma ideia derrubou as gigantes do seu setor e construiu uma das marcas mais conhecidas e brilhantes do mundo.

O terceiro dia contou com a palestra “Marketing – da Inspiração a prática – Padrão Disney de fidelizar clientes” de Jim Cunningham. Já os impactos ao empresário contábil das leis e normas de prevenção e combate aos crimes de lavagem de dinheiro, corrupção, as operações de apreensão nas empresas contábeis por parte da Receita Federal também estiveram no foco das discussões. Entre as palestras mais aguardadas da noite estava a do Ministro do Supremo Tribunal Federal Marco Aurélio Mello, que falou sobre qual Brasil podemos construir.

O encerramento do evento aconteceu no Dulcila Festas, com um jantar e com os shows de Márcia Novo e Carlinhos do Boi e Banda.

 

Confira as fotos do evento


Confira o novo vídeo institucional do Sescon Campinas!!

Saiu o novo vídeo do Sescon Campinas, clique e fique por dentro do que acontece por aqui!

 


Campanha de Natal 2017 Sescon Campinas

O Sescon Campinas iniciou nesta semana, a sua tradicional Campanha de Natal.

A campanha que ocorre em Campinas por meio do Sescon Batom e na região através do Sescon Mais, consiste na doação de brinquedos, roupas e guloseimas para crianças carentes.

Para participar você deve entrar em contato com o Sescon e dizer qual cidade pretende ajudar, desta forma o Sescon passará as informações necessárias para apadrinhar uma criança.

As cidades e entidades carentes serão divulgadas pouco a pouco nas redes sociais do Sescon.

A campanha irá até o dia 25 de novembro, o telefone de contato é (19) 3256-7975.

 

 

 


Você sabia que é possível doar o imposto de renda devido para projetos sociais?

Recursos são destinados para fundos de apoio à criança e ao adolescente ou ao idoso

  As chamadas doações incentivadas por meio do Imposto de Renda são a forma mais garantida de ver o dinheiro de tributos sendo revertido em benefício da sociedade. Nesse método, o contribuinte pessoa física pode doar até 6% do IR para projetos sociais, como os fundos de apoio à criança e ao adolescente e ao idoso. As empresas também podem fazer a destinação de até 1% do imposto devido. Em 2016, R$ 323 milhões foram destinados pelos contribuintes aos fundos beneficentes, mas o valor poderia ser muito maior. Segundo a Receita Federal do Brasil (RFB), cerca de R$ 2,3 bilhões deixam de ser repassados às instituições e projetos sociais.

O montante representa apenas 12% do valor total que poderia ser doado com fins sociais. Para o presidente do Sescon Campinas, Edison Ferreira Rodrigues, muitos brasileiros desconhecem a possibilidade de doação. “É preciso incentivar o contribuinte pessoa física a doar para que se torne um hábito. As campanhas de doação precisam ser direcionadas para a população, para que as pessoas conheçam as regras e entendam como podem ajudar, sem que ocorra qualquer prejuízo ou problema na declaração do IRPF”, argumenta. Ainda na opinião de Fulano de Tal, para as empresas o processo é facilitado, pois muitas delas mantêm departamentos exclusivos para o assunto.

O direcionamento pode ser feito durante todo o ano. Pessoa Jurídica pode destinar até 1% do imposto devido. No caso de pessoa física, os percentuais variam, dependendo da época de realização do repasse. “Se a doação for feita somente no momento do preenchimento da declaração do IRPF, o limite é de 3% do valor devido. Mas se o contribuinte adiantar a doação, e a fizer até 31 de dezembro deste ano, o percentual sobe para 6%”, explica o diretor da Federação Nacional das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas (Fenacon), Augusto Marquart Neto.
Antes de efetuar a doação, é preciso estar atento a algumas regras fiscais. Não é possível parcelar a doação, como permitido em caso de pagamento do imposto ao governo, por exemplo. “O recurso é válido apenas para aqueles que efetuam a declaração completa. Aqueles que optam pela declaração simplificada, não podem fazer a doação”, destaca o presidente da Fenacon, Mario Elmir Berti. “Em caso de dúvida, basta procurar a orientação de um empresário contábil”, completa.

  Fiscalização

Os recursos não chegam diretamente aos projetos escolhidos, primeiramente, eles vão para fundos especiais, criados e administrados pelas esferas municipais, estaduais ou federal. Quem analisa se os projetos estão aptos ou não a receber o dinheiro arrecadado são conselhos formados por representantes da sociedade e do governo, gerando um controle maior e evitando fraudes. “é preferível que o cidadão destine a projetos mais locais, dessa forma, fica mais prático para fiscalizar a utilização do dinheiro doado, tornando todo o sistema mais eficiente.” alerta Marquart Neto.


Sescon Cidadania

CTI Moriah agradece alimentos doados. Os itens de cesta básica foram arrecadados durante as palestras sobre a reforma Trabalhista, realizadas nos dias 12 e 19 de setembro na sede do Sindicato.


Quase 60% das empresas precisam de treinamento para se adaptar ao eSocial

Estudo realizado pelo Sistema Fenacon Sescap/Sescon destaca ainda a mudança de cultura como um dos principais desafios

Das empresas que participaram da pesquisa sobre o eSocial, 58% indicaram a necessidade de treinamento para promover a adaptação dos funcionários ao novo formato de envio das informações trabalhistas, previdenciárias e fiscais ao governo. O levantamento, realizado pelo Sistema Fenacon Sescap/Sescon, considera a opinião de 1.332 empresas brasileiras, principalmente, do setor de serviços e do comércio.

O eSocial entra em vigor em duas fases – em janeiro de 2018 para as companhias que faturam acima de R$ 78 milhões e em julho do mesmo ano para as demais. Sem possibilidade de prorrogação desses prazos, as empresas têm entre quatro e 10 meses para adequarem suas rotinas, softwares, bancos de dados e pessoal ao uso do novo sistema.

“Preparar os funcionários que atuam na emissão da folha de pagamento, nos departamentos administrativos e de recursos humanos será fundamental para evitar o envio de informações equivocadas. Investir em cursos e no uso do ambiente de testes do eSocial, aberto desde 1º de agosto, será muito importante para a qualificação dos colaboradores”, alerta o presidente do Sescon Campinas Edison Ferreira Rodrigues.

Para ajudar na tarefa, a Federação Nacional das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas (Fenacon) criou, em parceria com a Receita Federal, o MTE e a Caixa, o Portal Árvore do Conhecimento (www.arvoredoconhecimento.org.br). No site, estão disponíveis gratuitamente mais de 40 vídeos, com conteúdo direcionado ao preenchimento do eSocial.

Outros desafios

A pesquisa da Fenacon apurou ainda os principais desafios das empresas na implantação do eSocial. Segundo o relatório, 42,3% veem dificuldade em repensar processos e mudar a cultura organizacional. O número reflete, na avaliação do diretor de educação e cultura da Fenacon, Hélio Donin Júnior, a resistência das empresas em deixar de lado alguns procedimentos equivocados.

“Com o eSocial em vigor, não será mais possível admitir o funcionário sem enviar toda a documentação necessária para o registro. Esses maus hábitos, que apesar de serem proibidos pela legislação eventualmente acontecem”, explica. Na lista de dificuldades aparecem ainda a demanda por adequação de sistemas (27,2%) e a necessidade de alterações operacionais (16,1%), entre outras.

Foto: Pixabay


COMUNICADO: NEGOCIAÇÕES COLETIVAS 2017/2018

 O SINDICATO DAS EMPRESAS DE SERVIÇOS CONTÁBEIS, DE ASSESSORAMENTO, PERÍCIAS, INFORMAÇÕES E PESQUISAS DA REGIÃO METROPOLITANA DE CAMPINAS – SESCON CAMPINAS,  entidade sindical que possui em sua base de representação as cidades de AMERICANA –  ARTUR NOGUEIRA – CAMPINAS – COSMÓPOLIS – ENG. COELHO – HOLAMBRA – HORTOLÂNDIA – INDAIATUBA – ITATIBA – JAGUARIÚNA – MONTE MOR – NOVA ODESSA – PAULÍNIA – PEDREIRA – STO. ANTONIO POSSE – SUMARÉ – VALINHOS – VINHEDO vem comunicar aos associados e representados o atual status das Negociações Coletivas 2017/2018.

As reuniões de negociação, vem ocorrendo desde fevereiro e apesar dos esforços envolvidos, infelizmente, até o presente momento não foi possível o fechamento de uma Convenção Coletiva de Trabalho, apesar das intensas reuniões e mesas redondas, em andamento.

Neste ponto, o Sescon Campinas acredita na Negociação Coletiva como melhor caminho às partes envolvidas e sabendo da preocupação de todos representados em não criar passivos trabalhistas:

Orienta a antecipação do índice de 2,08% (INPC / IBGE do período) a título de reajuste salarial, retroativo a 1º de agosto de 2017.

Reforçamos que toda e qualquer negociação apartada, neste momento, enfraquece a Comissão de Negociação Coletiva e historicamente, não tem sido uma estratégica com bons resultados.
Atenciosamente,
Edison Ferreira Rodrigues
Presidente do SESCON CAMPINAS 

Campinas, 05 de setembro 2017


Reserve seu lugar neste evento especial!


Confira os Cursos a Distância com pontuação do CFC e atualize-se!

  Informações e inscrições no Sescon Campinas:

(19) 3239-1845 ou atendimento@sesconcampinas.org.br


Campinas 243 anos, a sua história nos inspira!